Responsável de software da Apple admite “nível de malware inaceitável” nos Macs

 In Sem categoria

Craig Federighi explica, num testemunho recolhido no contexto do caso Epic Games vs Apple, que os computadores Mac apresentam vulnerabilidades que são exploradas “regularmente” e que o nível de malware é “inaceitável”

O responsável máximo de software da Apple, Craig Federighi, admite não estar satisfeito com o volume de malware que afeta o sistema operativo MacOS, explicando que a possibilidade de se descarregar e instalar software a partir da Net constitui abre várias vulnerabilidades que são exploradas regularmente. “Hoje, temos um nível de malware nos Mac que não consideramos aceitável e que é muito pior do que no iOS”, disse o executivo em tribunal, no âmbito do caso que opõe a Epic Games à Apple.

As declarações do responsável são particularmente importantes neste contexto, uma vez que a Epic pretende ‘forçar’ a Apple a permitir a instalação de lojas de aplicações alternativas nos iPhones. Federighi explica que o iOS, sistema operativo dos iPhones, assegura um nível de proteção muito mais elevado para os consumidores, precisamente devido ao ambiente ‘trancado’ que apresenta.

A Epic, por sua vez, alega que a Apple conseguiria rápida e facilmente aplicar as políticas de instalação dos Mac e os mecanismos de segurança dos iPhones. “Para o iOS, pretendíamos criar algo muito mais seguro. Todas as indicações que temos, mostram que tivemos sucesso nisso”, disse Federighi.

No último ano, a Apple removeu 130 tipos diferentes de malware nos Macs no último ano, que afetaram centenas de milhares de computadores. Em comparação, a empresa identificou e removeu apenas três ameaças no iPhone no mesmo período de tempo. O executivo revelou que há um computador Mac para cada dez iPhones no mercado e, em janeiro, a empresa tinha confirmado que tinha mil milhões de iPhone ativos, noticia a CNBC.O

Recent Posts

Leave a Comment

0