COVID 19 -COMUNICADO HORÁRIO

 Em Sem categoria

EM VIRTUDE DAS MEDIDAS DO ESTADO DE CALAMIDADE E ENQUANTO SE MANTIVER ESTA SITUAÇÃO, PARA SEGURANÇA SANITÁRIA DE TODOS INFORMAMOS QUE  VAMOS ADOPTAR AS SEGUINTES MEDIDAS:

– A NOSSA LOJA FÍSICA ENCONTRA-SE ABERTA EM HORÁRIO REDUZIDO DE 2ª A 6ª FEIRA DAS 10H às 18H MAS COM A PORTA ENCERRADA ATENDENDO SOMENTE UM CLIENTE DE CADA VEZ, TODOS OS RESTANTES TERÃO DE AGUARDAR NO EXTERIOR DAS NOSSAS INSTALAÇÕES POR ORDEM DE CHEGADA. SOLICITAMOS QUE RESPEITEM A DISTÂNCIA MÍNIMA DE SEGURANÇA DE 2 MTS.

– SÓ SERÁ PERMITIDA A ENTRADA NA LOJA A CLIENTES QUE VENHAM PROTEGIDOS COM MASCARA FACIAL OU VISEIRA (OBRIGATÓRIO POR LEI). AGRADECEMOS AOS NOSSOS CLIENTES QUE VENHAM MUNIDOS DE UMA MASCARA FACIAL PARA PROTECÇÃO DE TODOS. 

– ESTAREMOS ENCERRADOS AOS SÁBADOS.

– A LOJA ENCONTRA-SE COM A PORTA ENCERRADA SENDO NECESSÁRIO BATER À PORTA.

– UTILIZE DE PREFERÊNCIA OS SEGUINTES CONTACTOS:  

TEL : 933 141 404 ou 933 528 452

OU PELO MAIL:

 comercial@softclube.pt

VAMOS TODOS VENCER ESTA BATALHA

Estado de Emergência. Lojas de venda e reparação de produtos informáticos mantêm-se abertas

A venda em estabelecimentos especializados de “computadores, unidades periféricas e programas informáticos” vai continuar a ser feita durante o Estado de Emergência, decreta a Presidência do Conselho de Ministros.

A Presidência do Conselho de Ministros decidiu os estabelecimentos de venda ao público que poderão estar abertos durante o Estado de Emergência que entrou esta quinta-feira em vigor e decretou que alguns estabelecimentos estão obrigados a manter as suas instalações em funcionamento.

Entre vários estabelecimentos, onde se encontram os de bens de primeira necessidade, o Conselho de Ministros refere que é obrigatório que se mantenha aberto o “comércio a retalho de computadores, unidades periféricas e programas informáticos, em estabelecimentos especializados”, assim como os estabelecimentos especializados na venda de equipamento de telecomunicações.

A Presidência do Conselho de Ministros decidiu, também, que os serviços de “reparação de computadores e equipamento periférico, de equipamentos de comunicação, de eletrodomésticos e de outros bens de consumo similares” vão continuar a funcionar durante o Estado de Emergência.

O mesmo documento determina que “nos estabelecimentos em espaço físico, devem ser adotadas as medidas que assegurem uma distância mínima de dois metros entre pessoas“, assim como “uma permanência pelo tempo estritamente necessário à aquisição dos produtos“.

No caso de prestações de serviços e transporte de produtos, “devem ser efetuados mediante o respeito das necessárias regras de higiene e sanitárias definidas pelas autoridades de saúde“.

De relembrar que o Estado de Emergência foi decretado em Portugal pela primeira vez na atual Constituição e entrou em vigor hoje, dia 19 de março, e estende-se por 15 dias, podendo ser renovado.

Posts Recentes

Deixe um Comentário

0